Clean Code: o que é, importância, fundamentos e benefícios

imagem ilustrativa de um desenvolvedor web, homem, de óculos com códigos de html refletindo a imagem ilustrativa sobre os fundamentos, importância e vantagem do clean code

O Clean Code nasceu em um cenário de transformação digital. Neste cenário, um dos maiores desafios para desenvolvedores é escrever códigos simples de ler, funcionais e que atendam as expectativas dos clientes. Para obter esse resultado, é imprescindível seguir as boas práticas da arquitetura de software. 

O Clean Code é uma abordagem que permite às equipes entregar sistemas operantes, intuitivos e facilmente escaláveis. Ele entende que mesmo um código ruim pode funcionar, mas que é preciso mais que isso para suprir as necessidades do contratante de forma adequada, evitando bugs e falhas. 

O que é Clean Code?

Clean Code é um conceito utilizado em TI para definir uma abordagem de desenvolvimento que visa escrever código-fonte de maneira clara, legível e organizada. Seu objetivo é tornar sua compreensão, manutenção e colaboração por parte de outros desenvolvedores posteriores mais simples e fácil. 

Em tradução literal, o termo significa  “Código Limpo”, o que é alcançado por meio de uma série de boas práticas para a escrita de códigos (como falaremos adiante). É uma abordagem que visa não apenas fazer o software funcionar, mas otimizar sua manutenção e atualização a longo prazo.



Importância da manutenção de um código limpo

Manter um código limpo é essencial para garantir que um sistema seja claro e usável, permitindo que ele funcione de maneira adequada e entregue valor para o cliente. Além disso, essa prática facilita as futuras manutenções, afinal elas (possivelmente) serão feitas por outra pessoa. Logo, é fundamental que os códigos sejam compreensíveis.

Independente do tipo de programa e finalidade de sua criação, ele deve ser limpo, claro, testável e escalável. Isso tudo pode ser obtido ao seguir as diretrizes do Clean Code, permitindo entregas de maior valor, algo positivo para todos os envolvidos.

Princípios fundamentais de Clean Code

A abordagem Clean Code é guiada por diversas práticas que visam a escrita de um código de alta qualidade. Entre elas, as três principais são:

1- Nomes descritivos e significativos de variáveis e funções

A escolha dos nomes representativos para variáveis, funções, classes e métodos deve ser pensada de forma a comunicar o objetivo central do software. Isso vai fazer com que o código seja facilmente compreendido por outros desenvolvedores, além de eliminar a necessidade de comentários excessivos.

2- Funções pequenas e de única responsabilidade

O princípio da “função única responsabilidade” (Single Responsibility Principle) diz que uma classe só pode ter uma única responsabilidade. Dessa forma, ela pode desempenhar esse papel da forma mais eficiente o possível. Ele parte da ideia de que funções pequenas e concentradas em uma única tarefa são mais confiáveis e simples de manter.

3- Evitar duplicação e manter a consistência

Quando um código é repetido em várias partes, acontece uma duplicação. Esse tipo de acontecimento é considerado problemático, pois como esse trecho faz a mesma coisa (apenas em lugares diferentes) ele aumenta a chance de instabilidades no sistema. O princípio “Don’t Repeat Yourself” (DRY) prega a reutilização de códigos como forma de evitar sua duplicação. 

Vantagens de Investir em Clean Code

A aplicação do Clean Code traz diversos benefícios, tanto para os desenvolvedores quanto para o contratante, incluindo:

Facilitação da manutenção e redução de erros

Um código legível e organizado vai apresentar menos erros e bugs. Além disso, ele vai facilitar o trabalho nas manutenções posteriores sempre que haja necessidade de atualizações e correções, pois o novo programador conseguirá entender como o código funciona.

Melhoria da legibilidade e compreensão do código

Outra vantagem está em permitir que tanto o desenvolvedor original quanto qualquer outro que acesse o código consiga compreender a intenção do software de forma clara. Isso permite entender o que cada parte do código representa para o produto final. 

Agilidade na incorporação de novos membros à equipe

Os novos membros precisam ser integrados rapidamente para otimizar o tempo da equipe. Para isso, é fundamental que eles encontrem um ambiente com estrutura clara e consigam entender os códigos escritos, reduzindo o tempo de sua curva de aprendizado no novo time.

Ferramentas e recursos para suporte ao Clean Code

Algumas ferramentas podem ajudar na manutenção do Clean Code, permitindo que a organização adote uma postura de melhoria contínua para o setor de TI. São elas:

Ferramentas de análise estática de código

Trata-se de programas criados para analisar e oferecer insights e métricas sobre o funcionamento de um código. Elas identificam erros, padrões e problemas no geral, permitindo que o dev atue na correção o quanto antes, minimizando os efeitos dessas falhas. 

Há diversas opções opções disponíveis no mercado, alguns exemplos são:

  • ESLint: análise estática para JavaScript;
  • PMD: análise de código-fonte em diversas linguagens;
  • SonarQube: plataforma de análise contínua de códigos.

Bibliotecas e frameworks que incentivam boas práticas

As bibliotecas são um conjunto de funções, classes e módulos reutilizáveis para tarefas diversas, que ficam à disposição do desenvolvedor. Seu objetivo é reunir em um único lugar “subprogramas” para serem utilizados no desenvolvimento de softwares, tornando o processo mais ágil e reduzindo erros.

Já os frameworks abrangem toda uma estrutura criada para guiar o trabalho do engenheiro de software, incluindo as bibliotecas, padrões de design e convenções de codificação. Ela também inclui práticas de segurança e tudo mais que a organização julgar necessário para garantir uma entrega de valor. 

Zeev é Low code

Com a solução low-code, a Zeev permite que os próprios colaboradores criem sistemas simples, mesmo sem conhecimento em programação, uma vez que há mínima necessidade de utilização de códigos. Basta usar modelagem gráfica e opções de arrastar e soltar para criar soluções para automatização de processos.

Sabia que nossos clientes alcançam uma redução de até 50% no backlog nas demandas da TI? Solicite uma demonstração e leve a Zeev para a sua empresa!

Stories


Artigos Similares

A Zeev coleta, via cookies, dados essenciais para o funcionamento do site e métricas de acesso. Saiba Mais.

Entendido
Stoque adquire a Zeev e expande atuação no mercado digital Dicas de Softwares para a Gestão de TI Como melhorar a eficiência do Centro de Serviços Compartilhados Dicas para implementar um planejamento estratégico em 2024