O que é Citizen Developer? (Com vídeos explicativos)

mulher em frente ao computador ilustrando explicação do que é um citizen developer

Citizen Developer ou ainda desenvolvedor cidadão é um termo que surgiu para denominar a classificação de desenvolvimento de softwares por pessoas que não são desenvolvedoras. Ou seja, são usuários de negócio que criam softwares e aplicativos sem ter a formação técnica na área da TI.

Ou seja, o software sem código permite que qualquer pessoa crie produtos 10 vezes mais rápido do que com o desenvolvimento tradicional. Ser capaz de construir seu próprio aplicativo é um requisito técnico que não está descrito em nenhum currículo, ainda.

Movimento low-code trouxe à tona o termo Citizen Developer

Nos últimos dois anos, a ascensão do movimento low-code começou a mudar o panorama da tecnologia. Se antes a área da TI era a única a criar softwares e aplicativos, o movimento low-code veio para mudar essa realidade. Se você ainda não estudou este assunto, te convido a ler o nosso artigo sobre O que é low-code. Em resumo, os softwares low-code permitem que qualquer profissional possa criar aplicativos sem utilizar ou entender sobre programação.



Hoje, existem várias plataformas no mercado que permitem um profissional que não é da área da tecnologia da informação criar softwares e aplicativos. É oficial que o setor do low-code, inclusive, chama este público de “desenvolvedores cidadãos”, em oposição aos “desenvolvedores profissionais”. 

Os gestores devem incentivar a capacitação e tornar os profissionais “fluentes em tecnologia”

Nós, profissionais, não podemos mais ignorar a força da tecnologia ou afirmar que “não somos fluentes nisso”. Cada vez mais, eles seremos modeladores e até mesmo desenvolvedores dela. Isso significa que as empresas, depois de oferecer recursos e treinamento, devem incentivar e cultivar uma cultura onde profissionais que não sejam de TI possam desenvolver habilidades para contribuir com o desenvolvimento de aplicativos.

Por que o desenvolvimento cidadão (citizen development) é importante?

Em um texto de Cezar Taurion ele diz: “Em 2030, a previsão é que existam 45 milhões de devs no mundo. E será pouco. Como resolver isso? Com a tecnologia low-code…” e por causa da alta demanda de profissionais da TI o desenvolvimento cidadão se tornou tão relevante.

As áreas de tecnologia dentro das empresas estão com o backlog gigante. A alta demanda de desenvolvimento tecnológico e a falta de profissionais no mercado faz com que a necessidade de desenvolvimento pelas áreas não técnicas seja uma necessidade.

Citizen developer na prática: eu posso ser um?

Bom, já trouxemos a definição do termo desenvolvedor cidadão, agora vamos trazer exemplos onde esta característica se enquadra dentro das empresas. Veja só, digamos que você é um gestor e precisa adequar os processos e transformar digitalmente a rotina da sua equipe. Você está precisando da ajuda da equipe da TI para colocar isso em prática, porém o backlog da TI é tão grande que você pegou a senha número 350 da fila. Você ficará frustrado, irá para o Google pesquisar ferramentas prontas. Nessa pesquisa aparecerá algumas ferramentas low-code para transformação de fluxo de trabalho e então você se tornará um citizen developer. Em resumo, você mesmo, de forma independente, desenvolverá um software que traga mais resultado para a empresa..

Para ser um Citizen developer, você só precisa de dois requisitos: 1) Um software low-code 2) força de vontade. Simples. Com esses dois itens em mãos você mesmo colocará energia para criar aplicativos, softwares e soluções que trarão uma série de melhorias e otimizações para a empresa na qual você trabalha.

Todo mundo é um criador. Todo mundo pode criar softwares

Eu fiz um texto com vários exemplos de Citizen developers, vou deixar aqui o link para você ler e se aprofundar: Quem utiliza low-code para criar softwares? Todo mundo é um criador. Todo mundo pode criar softwares

Exemplo de empresas que capacitam os desenvolvedores cidadãos

Uma pesquisa da Mckinsey trouxe um exemplo de uma empresa farmacêutica que aumentou o número de usuários de uma plataforma low-code de 8 para 1.400 em apenas um ano. Pois, os usuários de negócios fora de TI agora estão criando aplicativos. Dentro da mesma pesquisa, identificou-se que as empresas que capacitam os “desenvolvedores cidadãos” dessa maneira têm uma pontuação 33% maior em inovação. Veja a pesquisa completa da Mckinsey aqui.

Aqui na Zeev nós temos vários exemplos de desenvolvedores cidadãos. Na prática, são nossos queridos Zeevers (colaboradores da Zeev) que utilizam nosso próprio software low-code para criar aplicativos que facilitem a rotina de trabalho deles. Trago aqui uma história, um relato, o Case de sucesso da Thyellli: Como eu, que não sou de TI, criei soluções e aplicativos?

A história da Mariana

Eu vou te contar a história da Mariana. Ela vive sobrecarregada, cheia de tarefas, mal tira férias e trabalha mais do que o tempo permitido por dia. A Mariana é Assistente Administrativo e o backoffice geralmente não ganha atenção da TI, pois tarefas que envolvem o cliente sempre passam na frente. Se ela não tem tempo nem para as tarefas dela, imagina para aprender a mexer em software. Impossível.

Essa última frase é um erro. Um erro gigante. Um erro maior ainda se for dita pelo Gestor (ou gestora) da Mariana.

A Mariana não tem tempo porque está imersa em atividades manuais e sem controle nenhum de prazos. Para que a vida dela seja mais tranquila, organizada e eficiente ela precisa primeiro parar e organizar a casa. Mariana precisa entender que a vida sem tecnologia não existe mais. Precisa entender também que e-mails e whatsapp não são ferramentas eficientes no dia a dia do trabalho. Ela precisa buscar no mercado ferramentas que possibilitem que ela mesma otimize o fluxo das tarefas dela. A Mariana precisa entender que existe uma onda de ferramentas low-code e que estas ferramentas trazem independência na criação de software para pessoas que não são da TI. Ela precisa conhecer o termo do Citizen Developer.

Como se tornar um citizen developer?

Bom, agora que eu já te contei que o citizen developer é o analista de negócios do futuro, você deve estar se perguntando como fazer para se tornar um desenvolvedor cidadão, não é mesmo?

Por isso, fizemos um blogpost para você descobrir quais são as habilidades desse novo profissional e o que você precisa saber para se tornar um deles.

Descubra aqui como se tornar um citizen developer

Responsabilidades e competências do citizen developer

Assista o vídeo abaixo e entenda em 4 minutos.

Qual a diferença entre os papéis do citizen developer e do professional developer?

Dê o play e aprenda em 4 minutos 🙂

Zeev é uma ótima opção para o desenvolvimento de aplicativos por Citizen Developers

Para finalizar, te convido a conhecer o Zeev.  Zeev é um poderoso software low-code que transforma seus fluxogramas em workflows automatizados. Você terá nas suas mãos o superpoder de criar aplicativos e desenvolver soluções de forma rápida. Grandes empresas já utilizam Zeev e entregam o software nas mãos dos Citizen Developers. Conheça você também!

Stories


Artigos Similares

A Zeev coleta, via cookies, dados essenciais para o funcionamento do site e métricas de acesso. Saiba Mais.

Entendido
BPMS 5 funcionalidades e vantagens Janela de Johari o que são os 4 eus O que é e quis são as vantagens de um Quadro de Gestão à Vista 6 Passos para automatizar um Workflow!