|

Análise SWOT (FOFA): o que é e como fazer com modelos e exemplos

imagem ilustrativa na cor roxo zeev explicando como utilizar a matriz análise de swot

A análise SWOT é uma ferramenta de planejamento estratégico bastante conhecida no âmbito empresarial. Ela é amplamente utilizada para fazer a comparação de cenários e realizar análises que facilitem a tomada de decisões nas organizações. A sigla SWOT é a junção das palavras: Strenghts, Weaknesses, Opportunities e Threats. Ou seja, forças, fraquezas, oportunidades e ameaças, que formam a sigla FOFA, em português. Vem comigo descobrir o que é a matriz SWOT.

O que é análise SWOT (ou FOFA)?

Bom, como eu já falei anteriormente a análise SWOT é uma ferramenta de planejamento estratégico que pode ser utilizada para fazer uma comparação de cenários que possibilitam realizar análises. Estas análises irão ser facilitadoras para tomadas de decisões organizacionais.

A análise SWOT analisa as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças de uma organização. Ela ajuda na identificação do que precisa ser melhorado ou ajustado e, a partir disso, pode-se criar uma planejamento estratégico ou um plano de ação, para que esse pontos identificados possam ser melhorados.

Um pouco da história da análise SWOT

A origem da análise SWOT é datada entre as décadas de 60 e 70 e creditada ao americano Albert Humphrey. Ele era líder de pesquisas na renomada Universidade de Stanford, na Califórnia, e lá conduziu uma pesquisa com os dados relacionados aos negócios de mais de 500 corporações renomadas pela revista Fortune



A metodologia utilizada por Humphrey para o cruzamento desses dados originou o que hoje conhecemos por matriz, ou análise SWOT. Hoje, ela é amplamente aplicada e difundida em diversas organizações mundo a fora!

Qual a finalidade da análise SWOT?

A análise SWOT tem como principal objetivo analisar oportunidades e ameaças por meio do diagnóstico das vantagens e desvantagens ao desenvolvimento de projeto ou plano de negócio. Além disso, com essa metodologia, é possível elencar os pontos importantes para o sucesso ou fracasso do mesmo.

A avaliação é separada entre estudar o negócio pelo ponto de vista da empresa e pelo comportamento do mercado. Contudo, vale ressaltar que é importante sempre avaliar o mercado no ramo em que a empresa está inserida. Você não vai querer comparar o seu negócio, do segmento industrial, com o outro do segmento de varejo, não é mesmo?

Análise FOFA é só para novos negócios ou projetos?

A resposta para essa pergunta é: NÃO! De forma alguma a análise SWOT está relacionada apenas a um novo modelo de negócio, ou a algum novo projeto, embora seja mais comumente empregada para isso.

Essa ferramenta permite que você possa refletir e avaliar também seus processos atuais, seu negócio atual, e assim identificar pontos de melhoria. Sem contar que qualquer empresa pode se beneficiar da análise feita com o auxílio dessa ferramenta, independente do tamanho do negócio.

O que significa a sigla SWOT

Até aqui eu falei sobre o surgimento, a finalidade, e tudo mais sobre a análise SWOT. Todavia, você já deve ter se perguntando o que significa SWOT, certo? Pois bem, o termo SWOT é uma abreviação das palavras em inglês strengths, weaknesses, opportunities e threats. Que traduzindo para o português querem dizer: forças, fraquezas, oportunidades e ameaças. Então, podemos chamar a análise SWOT também de análise FOFA.

Veja como é simples, o que é SWOT: 

  • S = Strengths ou forças;
  • W = Weaknesses ou Fraquezas;
  • O = Oportunities ou Oportunidades;
  • T = Threats ou Ameaças.

O que é matriz SWOT

A matriz SWOT reúne os elementos tanto internos quanto externos para a análise SWOT. Na matriz, você irá visualizar as informações relevantes e o panorama geral delas. Ela é composta por uma tabela com quatro quadrantes, que trazem as informações dos pontos positivos e negativos que são cruzadas com as informações do fatores externos e internos. 

Essa matriz mostra de forma clara os pontos importantes para a estratégia da empresa. Na matriz, poderemos visualizar de maneira mais fácil as forças e fraquezas, oportunidades e ameaças. E isso auxilia na tomada de decisão e, além disso, na vantagem competitiva da organização. 

Exemplo de uma matriz SWOT
Exemplo de uma matriz SWOT

Vale reforçar que, na matriz SWOT, as forças e fraquezas dizem respeito a sua empresa. E as oportunidades e ameaças falam sobre fatores externos, que estão fora do seu controle.

Exemplos de Forças

  • Clientes promotores da marca
  • Localização
  • Mão de obra qualificada
  • Boas avaliações

Exemplos de Fraquezas 

  • Localização
  • Má reputação em sites avaliadores
  • Mão de obra não qualificada
  • Equipamentos defasados
  • Marketing fraco

Exemplos de Oportunidades

  • Novos fornecedores
  • Nova área de atuação
  • Fortalecimento de campanhas novo meio de comunicação

Exemplos de Ameaças

  • Novos concorrentes
  • Novas tecnologias
  • Materiais substitutos
  • Fatores econômicos
exemplo de análise SWOT
Exemplo de análise SWOT

Quais as principais vantagens da Matriz SWOT?

A análise SWOT é uma metodologia que funciona muito, porém ela não se aplica para qualquer situação. Sim, nem sempre podemos fazer o uso da análise SWOT para analisar os cenários. A partir disso, acho bastante válido olharmos os pontos fortes e fracos dela. Dessa forma, você consegue usar a matriz SWOT de forma mais assertiva, além da análise de cenários.

Vamos aos pontos fortes:

  • É uma ferramenta acessível;
  • Simples de se colocar em prática;
  • Estimula o planejamento de ideias;
  • Sua análise é de fácil compreensão;
  • Tem o poder de ajudar a alavancar projetos, pois seus cenários deixam as respostas claras para todos os envolvidos no processo;

E os pontos fracos da Matriz SWOT?

Já trouxe aqui os pontos fortes, agora é importante também listar os pontos fracos:

  • Por ser uma ferramenta descritiva, não trará uma solução lógica no final. Ou seja, as respostas exigem interpretação;
  • Ao final do processo, cabe a você montar um plano de ação para colocar as ações em prática;
  • Pode trazer uma certa dificuldade na hora de elencar os fatores para encaixar na matriz.

Passo a passo para aplicar análise SWOT

A análise da matriz SWOT ou matriz FOFA normalmente é feita pela alta gestão da empresa, uma vez que muitas vezes está relacionada à estratégia do negócio. Contudo, está longe de ser de exclusividade de gestores e diretores. Pelo contrário, quanto mais pessoas forem envolvidas no processo de construção, mais detalhada e completa fica a matriz. Isso porque serão aplicadas diferentes visões sobre os pontos do analisados. Para construir a análise, é muito importante que você conte com a sua equipe, uma dica é fazer um brainstorm nas etapas 1 e 2.

Etapa 1: Analise o ambiente interno

A primeira etapa consiste na análise do ambiente interno e na avaliação do ambiente interno. Isso quer dizer que nela vão ser identificados os pontos fortes e as fraquezas da empresa, ou melhor, fatores sobre o qual a empresa possui controle.

As forças serão definidas como os pontos positivos e os diferenciais do seu produto/projeto/processo. Já as fraquezas são o oposto disso, ou seja, os pontos fracos e as desvantagens da empresa perante ao seu produto/projeto e dele mesmo. Podemos dizer que são os pontos que atrapalham o desenvolvimento do produto/projeto/processo dos quais se tem controle e podem mudar. 

Veja alguns exemplos de fatores internos que você pode analisar:

  • Recursos financeiros;
  • Mão de obra;
  • Gestão;
  • Tempo de atuação;
  • Localização;
  • Capacidade dos seus recursos físicos e humanos;
  • Qualidade dos materiais e equipamentos;
  • Reputação da sua empresa.

Etapa 2: Analise o ambiente externo

Já a segunda etapa está relacionada coma análise do ambiente externo, fatores que você e sua empresa não possuem controle direto. Sendo assim, agora é necessário que sejam avaliadas as ameaças e as oportunidades.  

As oportunidades são analisadas tendo como base o comportamento do mercado, elas são definidas por meio de acontecimentos externos e não temos como prever. E as ameaças, como o próprio nome sugere são as situações externas que podem impactar o desenvolvimento do seu projeto. Elas também não podem ser controladas, mas devemos prever o máximo de situações possíveis e ter medidas preventivas planejadas. Assim, minimizamos possíveis prejuízos. 

Veja alguns exemplos:

  • Concorrentes;
  • Fornecedores;
  • Clientes;
  • Novos entrantes;
  • Fatores econômicos;
  • Fatores políticos
  • Fatores demográficos.

Entre outros… veja que alguns desses fatores estão relacionados ao microambiente, ou seja, está relacionado aos fatores no seu setor e o seu relacionamento com eles. Já fatores de macroambiente (políticos, econômicos..) estão além do seu relacionamento com o setor. Mas, ainda sim, todos podem afetar o seu negócio e por isso é tão importante olhar para isso.

Etapa 3: Monte a matriz SWOT ou FOFA

Para montar sua matriz, foque no que é mais relevante para o seu projeto/processo/negócio. Você precisa ser objetivo ok? Ainda que os brainstormings tenham sido muito completos, você terá que resumir.

Com os fatores listados, coloque-os nos respectivos quadrantes. Os fatores internos ficam posicionados nos quadrantes superiores e os fatores externos nos quadrantes inferiores. Bem como os fatores que são positivos posicionados à esquerda da matriz e os fatores negativos na direita.

Veja novamente a imagem da matriz.

Exemplo de uma matriz SWOT
Exemplo de uma matriz SWOT

Etapa 4: Transforme sua análise em uma estratégia

Bora montar uma estratégia para minimizar as ameaçadas, controlar as fraquezas e melhorar suas forças. Além disso, você precisa aproveitar as oportunidades que você identificou. Então, mão na massa.

Não adiantará nada você só fazer a análise e não aproveitar os resultados que ela te trouxe. Então, veja o que você consegue pôr em prática, monte uma estratégia e um plano de ação que te leve aos seus objetivos.

Quem deve realizar a análise FOFA?

A análise FOFA, ou SWOT, pode ser realizada por qualquer empresa que queira avaliar as oportunidades e ameaças de um novo negócio ou novo projeto. Bem como por empresas que queiram avaliar seus processos atuais e assim identificar pontos de melhoria.

Dica: quais perguntas fazer na análise SWOT?

Não sabe muito bem por onde começar? Tenho algumas dicas de perguntas que podem te direcionar em cada quadrante.

1. Forças (Strengths):

  1. Quais são nossas principais vantagens competitivas em relação aos concorrentes?
  2. Quais recursos internos temos que nos destacam no mercado?
  3. Quais são os aspectos positivos de nosso produto/serviço que atraem mais clientes?

2. Fraquezas (Weaknesses):

  1. Quais são as áreas em que estamos ficando para trás em relação aos concorrentes?
  2. Quais são os recursos internos que precisamos melhorar ou otimizar?
  3. Quais são os principais obstáculos internos que nos impedem de alcançar nossos objetivos?

3. Oportunidades (Opportunities):

  1. Quais tendências do mercado podem criar oportunidades para nosso negócio crescer?
  2. Existem novos segmentos de clientes que podemos alcançar?
  3. Quais mudanças econômicas, tecnológicas ou políticas podem nos beneficiar?

4. Ameaças (Threats):

  1. Quais são os principais concorrentes que estão ganhando participação de mercado?
  2. Existem mudanças regulatórias ou legais que podem afetar negativamente nosso negócio?
  3. Quais são os riscos externos que podem prejudicar nossas operações ou reputação?

E depois, o que fazer?

Após concluir a sua análise SWOT, você pode convertê-la em uma estratégia real. Isto porque ela visa justamente produzir uma estratégia, que pode ser desdobrada em plano de ação para que os envolvidos possam se guiar e desenvolver o que for preciso para alcançar os objetivos, conforme traçado na matriz. 

Exemplo de análise SWOT/FOFA

Para finalizar, resolvi montar um exemplo da aplicação da análise SWOT. Para isso criei uma empresa fictícia de venda de produtos farmacêuticos. E vou focar a minha análise na melhoria dos nossos processos, pois a nossa empresa já está estabilizada no mercado.

Forças (Strengths):

  1. Pesquisa e desenvolvimento avançados: A empresa possui um departamento de pesquisa e desenvolvimento altamente capacitado, o que lhe permite criar produtos inovadores e de alta qualidade.
  2. Parcerias estratégicas com hospitais e clínicas: A empresa estabeleceu parcerias sólidas com hospitais e clínicas, o que garante uma ampla distribuição de seus produtos no mercado de saúde.
  3. Marca de confiança: A empresa é conhecida por sua reputação sólida e de confiança, o que aumenta a lealdade dos clientes e a preferência pelos seus produtos.

Fraquezas (Weaknesses):

  1. Limitada presença internacional: A empresa ainda não explorou totalmente o mercado internacional, o que representa uma oportunidade perdida de expansão e crescimento.
  2. Dependência de patentes: A empresa tem alguns produtos protegidos por patentes, mas a expiração dessas patentes pode resultar em concorrência intensa de medicamentos genéricos.
  3. Processos de aprovação regulatória demorados: A obtenção de aprovações regulatórias para novos produtos pode ser um processo lento, atrasando a entrada no mercado de novos medicamentos.

Oportunidades (Opportunities):

  1. Envelhecimento da população: O envelhecimento da população representa uma oportunidade para a empresa, já que a demanda por produtos farmacêuticos tende a aumentar com o aumento da idade média da população.
  2. Expansão da linha de produtos: A empresa pode considerar a diversificação de sua linha de produtos para incluir suplementos nutricionais e medicamentos para doenças crônicas, ampliando sua base de clientes.
  3. Parcerias com startups de saúde: A empresa pode buscar parcerias com startups de tecnologia na área da saúde para impulsionar a inovação e desenvolver soluções conjuntas.

Ameaças (Threats):

  1. Regulamentações governamentais: Mudanças nas regulamentações governamentais podem afetar o processo de aprovação de novos medicamentos ou aumentar os custos de conformidade.
  2. Concorrência intensa: O setor farmacêutico é altamente competitivo, com grandes empresas e fabricantes genéricos competindo por espaço no mercado.
  3. Riscos de reputação: Um problema de segurança ou qualidade com um de seus produtos pode prejudicar a reputação da empresa e afetar sua base de clientes.
análise SWOT
Exemplo de análise FOFA/SWOT

Com isso, a análise SWOT/FOFA da “empresa” destaca suas forças no desenvolvimento de produtos inovadores e parcerias estratégicas, bem como sua marca de confiança. No entanto, a empresa precisa enfrentar desafios, como a limitada presença internacional e a dependência de patentes. Existem oportunidades promissoras relacionadas ao envelhecimento da população e expansão da linha de produtos, mas também ameaças, como mudanças regulatórias e concorrência acirrada. Para se manter competitiva no mercado farmacêutico, a “empresa” deve capitalizar suas forças, abordar suas fraquezas, explorar oportunidades e enfrentar as ameaças de maneira estratégica e eficaz.

Recapitulando: 

  • As forças são atributos internos positivos da sua organização, eles estão sob seu controle;
  • As fraquezas são fatores negativos que prejudicam os seus pontos fortes. 
  • Oportunidades são fatores externos em seu ambiente de negócios, que de alguma forma, irão contribuir com o seu sucesso;
  • E as ameaças são fatores externos que você não consegue controlar. Por isso a maioria das empresas desenvolve planos de contingência para lidar com esses riscos potenciais

Por fim, o primeiro passo para a empresa começar a trabalhar com os resultados da análise SWOT é descobrir como pode-se usar os pontos fortes à favor do seu negócio, para aproveitar as oportunidades. Posteriormente, observe como esses pontos fortes podem ser seus aliados para combater as ameaças de mercado. 

Agora, é só começar. Mãos na massa e boa sorte!

Respostas rápidas sobre SWOT

  • O que é uma análise se SWOT? A análise SWOT é uma ferramenta de gestão estratégica que avalia pontos fortes, fraquezas, oportunidades e ameaças de uma empresa.
  • Como descrever a análise SWOT? A análise SWOT descreve os aspectos internos (forças e fraquezas) e externos (oportunidades e ameaças) que afetam a empresa.
  • O que é matriz SWOT e como ela funciona? A matriz SWOT é uma representação gráfica dos resultados da análise, dividindo-se em 4 quadrantes: Forças, Fraquezas, Oportunidades e Ameaças.
  • O que é análise SWOT ou fofa? A análise SWOT é o mesmo que FOFA, termos usados para a ferramenta em português e inglês, respectivamente.
  • Quais os 4 quadrantes da matriz SWOT? Os 4 quadrantes da matriz SWOT são: Forças, Fraquezas, Oportunidades e Ameaças.
  • O que são oportunidades e ameaças? Oportunidades são fatores externos positivos, enquanto ameaças são fatores externos negativos que afetam a empresa.
  • Onde se aplica SWOT? A SWOT pode ser aplicada em estratégia de negócios, marketing, desenvolvimento de produtos e tomada de decisões.
  • Qual a importância da análise de SWOT? A análise de SWOT é importante para orientar o planejamento estratégico, destacar vantagens competitivas e auxiliar na tomada de decisões para o crescimento sustentável da empresa.

Até mais! 

Stories


Artigos Similares

A Zeev coleta, via cookies, dados essenciais para o funcionamento do site e métricas de acesso. Saiba Mais.

Entendido
BPMS 5 funcionalidades e vantagens Janela de Johari o que são os 4 eus O que é e quis são as vantagens de um Quadro de Gestão à Vista 6 Passos para automatizar um Workflow!