SML Brasil apoia um mundo empresarial sem papel

O Dia Mundial sem Papel, comemorado no dia 04 de novembro e disseminado ao redor do mundo pela Association for Information and Image Management (AIIM)

É uma data na qual as organizações refletem sobre o uso e redução dos meios impressos, além de servir como o momento ideal para uma análise mais profunda sobre novas tecnologias que podem auxiliar na redução ou mesmo na eliminação do papel no ambiente corporativo.

Este é um tema amplamente discutido e não é de hoje. Nos anos 80, a revista The Economist afirmou em um de seus artigos: “organizações que querem melhorar sua produtividade devem reduzir o fluxo de papel, e, no final, aboli-lo completamente”. Alguns anos antes, em 1975, a Business Week publicou: “a tendência é que os escritórios eliminem completamente o papel e sejam 100% digitais até a metade da década de 90”. Apesar de nesta época não haver geração de papel como temos atualmente, já se tinha uma perspectiva de eliminação desse recurso.

No Brasil, o uso do papel para fins de impressão/escrita e papel cartão, os chamados papéis gráficos, correspondem a 37% da produção. Segundo dados da Indústria Brasileira de Árvores (Ibá), a produção de papel estagnou nos últimos anos e, em 2016, projeta-se até uma diminuição em comparação com os anos anteriores, especialmente para os fins gráficos, que são os mais utilizados nas empresas.



Esta diminuição na produção de papel vem ao encontro do crescimento significativo na busca por soluções paperless (que pode ser traduzido como ambiente sem papel) e este interesse está diretamente ligado aos aspectos de sustentabilidade.

Já é sabido que o impacto do papel não é apenas ambiental. O uso excessivo dele também pode afetar a produtividade de uma empresa, pois uma vez que é necessário a impressão de um documento para seguir com uma operação, todo o processo se torna mais lento. Além disso, os documentos impressos precisam de cuidados para não serem danificados, bem como um local adequado para o seu armazenamento, o que traz diversos custos e riscos para a empresa, dentre eles, consumo de espaço físico, gastos com manutenção e transporte de documentos, uma equipe dedicada, recursos para segurança das informações, dentre outros.

Nesse cenário, apostar em um ambiente corporativo sem papel é o mais certo a fazer e totalmente possível com a adoção de tecnologias que possibilitem uma companhia ser mais produtiva, ágil, econômica e responsável, tanto ambientalmente como socialmente. A combinação de soluções tecnológicas baseadas em ECM (sigla em inglês para Gestão de Conteúdo Corporativo) e BPM (sigla em inglês para Gerenciamento de Processos de Negócio), por exemplo, já são suficientes para chegar a tão almejada sustentabilidade empresarial.

A SML Brasil apoia o Dia Mundial sem Papel e incentiva ações como a da associação AIIM, que promoverá um evento online gratuito para discutir o tema no próximo dia 4, o ano todo. E você? O que a sua empresa tem feito para alcançar os benefícios do mundo sem papel?

 

Stories


Artigos Similares

A Zeev coleta, via cookies, dados essenciais para o funcionamento do site e métricas de acesso. Saiba Mais.

Entendido
Stoque adquire a Zeev e expande atuação no mercado digital Dicas de Softwares para a Gestão de TI Como melhorar a eficiência do Centro de Serviços Compartilhados Dicas para implementar um planejamento estratégico em 2024